AQUECIMENTO SOLAR RESIDENCIAL

Energia solar residencial é uma escolha ecologicamente correta

A produção de energia solar residencial no Brasil continua em pesquisa. A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), do Ministério de Minas e Energia, divulgou no ano passado um estudo que mostra que a produção de energia solar residencial já poder ser considerada viável economicamente para cerca de 15% dos domicílios brasileiros.  Segundo o estudo, o custo da produção de energia solar residencial, a partir de um equipamento de pequena potência, é R$ 602 por megawatt-hora (MWh), mais em conta do que a energia vendida por 10 das mais de 60 distribuidoras de energia do país.

Para que serve a energia solar residencial?

A energia solar residencial, dependendo do sistema utilizado ou a quantidade de coletores de solares, poder converter energia solar em energia elétrica ou simplesmente funcionar para aquecimento de água e ambientes.

Como funciona a energia solar residencial

A produção de energia solar residencial acontece com um coletor solar, um equipamento que capta energia solar através de placas solares. As placas solares ou placas fotovoltaicas, como também são chamadas, fazem a transmissão da energia. A capacidade de aquecimento das placas solares varia conforme a sua área e espessura. A cor negra dos coletores solares aumenta a absorção da energia radiante incidente, aquecendo a água de forma mais rápida.

 

As vantagens da energia solar residencial

  •   A energia solar não é poluente durante sua produção e uso e o aquecimento vem de uma energia inesgotável e gratuita.
  •   Os painéis solares ou placas fotovoltaicas, usadas para transmissão quase não requerem manutenção.
  •   O aquecimento solar poder ser usada para aquecer água em diferentes locais, como por exemplo, edifícios, hotéis, vestiários, piscinas, indústrias, etc.
  •   O aquecimento solar permite a geração de energia elétrica para utilização em chuveiros.
  •   O retorno do investimento é de até 12 meses.

Comments are closed.